Página 1 de 1

SNES portátil

MensagemEnviado: 14 Abril, 2011 17:31
por PG
Podem tirar os cartuchos velhos do armário, gamers nostálgicos! A empresa californiana Hyperkin anunciou o Supaboy, uma versão portátil do nosso querido Super Nintendo. Por enquanto o gadget está na fase de protótipo, mas o fabricante garante que o lançamento será “em breve”.

O aparelho funciona com fitas de Snes e conta com uma tela de LCD de três polegadas e meia, mas também pode funcionar conectado a uma televisão. O videogame tem também duas entradas para joystick, permitindo que mais de um jogador viaje no tempo através dos clássicos da Nintendo dos anos 90. A bateria recarregável do console dura cerca de cinco horas – pouco para quem gosta de Super Metroid ou Zelda, mas um ataptador AC permite que o videogame seja plugado na tomada.

No site da fabricante, o console é anunciado por quase 80 dólares – um pouco salgado para um videogame retrô, especialmente se considerarmos que ele não vem com jogos na memória e depende do acervo do comprador. Outro ponto negativo é que, apesar de portátil, o videogame não é necessariamente “de bolso”: basta imaginar o tamanho de uma fita de SNES para ter uma idéia das dimensões da engenhoca.

De qualquer forma, a idéia é válida e a fabricante parece ter experiência com consoles antigos. Em seu site, é possível ver um grande catálogo de versões de videogames clássicos, e até um primeiro modelo de SNES móvel, o FC-16, que é maior e mais barato que o anunciado Supaboy. Quem guardou suas fitas com carinho, certamente iria aproveitar bastante oportunidade de ter os clássicos do passado na palma da mão.

Imagem

http://www.techtudo.com.br/jogos/notici ... tatil.html

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 14 Abril, 2011 18:37
por Deaga
Como assim pouco pra quem gosta de Metroid, dá pra terminar o jogo em menos de 3 horas. :lol:

Anyway, muito genial esse negócio, parece ser bem da hora, mas meio inútil, já que dá pra emular SNES em videogames portáteis atuais. :/ É mais algo legal pra se ter, mas não pra usar. .consumismo

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 14 Abril, 2011 18:48
por Chocolove
Pois é,bacaninha.Teria feito um sucesso do cacete se tivessem pensado nisso uns 10 anos atrás o_o

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 14 Abril, 2011 20:40
por Spirit
Ah, eu compraria esse treco ai.

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 14 Abril, 2011 21:07
por Andr0ide
Concordo plenamente com o Chocolove. Só que acho que isso tinha que ter saído há uns 15 anos atrás...

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 23 Abril, 2011 18:36
por FL
A Nintendo ainda não se manifestou quanto à isso?
Deaga escreveu:Como assim pouco pra quem gosta de Metroid, dá pra terminar o jogo em menos de 3 horas. :lol:

Anyway, muito genial esse negócio, parece ser bem da hora, mas meio inútil, já que dá pra emular SNES em videogames portáteis atuais. :/ É mais algo legal pra se ter, mas não pra usar. .consumismo
Legalmente só no Wii ainda.

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 25 Abril, 2011 15:10
por Deaga
Poxa FL, você REALMENTE se importa com pirataria de jogos de 20 anos atrás? :lol:

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 16:22
por FL
Deaga escreveu:Poxa FL, você REALMENTE se importa com pirataria de jogos de 20 anos atrás? :lol:
Sim, principalmente agora com a moda dos Virtual Consoles e afins.

Se não tivesse problema ter baixar roms/emuladores sem ter o jogo original para jogos com mais de 10 anos então eu não compraria mais nenhum jogo pelos próximos 5 anos (exceto um ou outro, geralmente relacionado à pokémon) de tantos jogos que eu teria para jogar na vasta e divertida biblioteca de títulos de consoles saudosos como o Super NES .

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 16:29
por Bruno DK
Tá, a pergunta do DH foi feita de forma errada.

A questão é: Você acha que a Nintendo REALMENTE se importa com pirataria de jogos de 20 anos atrás?

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 16:31
por FL
Bruno DK escreveu:Tá, a pergunta do DH foi feita de forma errada.

A questão é: Você acha que a Nintendo REALMENTE se importa com pirataria de jogos de 20 anos atrás?
Se não tivesse problema ela poderia fazer como a Rockstar e liberar os jogos gratuitamente, não?

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 16:35
por Bruno DK
Você se esqueceu que o tal equipamento lê CARTUCHOS. CARTUCHOS, CARA.

QUEM NO MUNDO USA CARTUCHOS?????

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 18:26
por FL
Bruno DK escreveu:Você se esqueceu que o tal equipamento lê CARTUCHOS. CARTUCHOS, CARA.

QUEM NO MUNDO USA CARTUCHOS?????
Ok, você venceu.
E cartuchos são os jogos originais, portanto não tem problema.

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 30 Abril, 2011 20:31
por Poisony
Pelo que eu sei, a questão aí é no hardware. Considerando que a Nintendo não comercializa nem dá mais suporte ao NES e ao SNES já há muito tempo, nego pode criar hardwares que reproduzam os softwares originais da empresa e vendê-los. Tem um número de anos certo aí, legalmente falando, mas aí já não saco.

Por exemplo, temos aí o RetroDuo, uma belezinha que roda a maior parte dos jogos de NES e SNES, independente da trava de região. Pra quem coleciona jogos, vale a pena:

Imagem

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 10 Maio, 2011 09:53
por Jam Himura
FL nunca teve um Turbo Game.

Imagem

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 10 Maio, 2011 16:50
por Edu-k
Mas isso de SNES portátil já tinha a alguns anos atrás, a melhor invensão memso foi essaImagem na época claro

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 25 Maio, 2011 23:51
por Poisony
Jam Himura escreveu:FL nunca teve um Turbo Game.

Imagem


O segundo maior fuck-up em design de controle na história. "Vamos copiar o controle de Mega Drive só que de CABEÇA PRA BAIXO!"

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 26 Maio, 2011 10:42
por Jam Himura
tenho que perguntar: Qual o primeiro Poisony? xD

Re: SNES portátil

MensagemEnviado: 26 Maio, 2011 14:35
por Poisony
Jam Himura escreveu:tenho que perguntar: Qual o primeiro Poisony? xD


O do Jaguar! Atari nos anos 90 decidindo ressucitar controle numérico da época do Intellivision/Colecovision:

Imagem